Notas sobre a defesa de Wallace

10set09

Como e estranho comentar minha propria apresentacao (!) apesar de ter contado com o auxilio de Adriano Renzi na fotos, uso esta postagem para discorrer sobre recomendacoes da banca examinadora, que pode ser util para mestrandos de primeira viagem.

Particularmente nao gosto de revisar meu proprio texto, ainda mais sendo uma redacao longa. Nesse sentido a qualificacao foi util para atentar a vícios de linguagem – por mais subjetivos que eles possam ser para cada leitor (alguem sempre ira se incomodar com uma expressao diferente, se for recorrente). A decisao de enviar a tese para um revisor antes da entrega para a banca fica a criterio de cada mestrando, afinal, mesmo textos revisados na ortografia, gramatica e sintaxe podem ser criticados do ponto de vista da organizacao ou conteudo, coisa que nenhum revisor ira corrigir.

Nesse sentido, até o texto do resumo (em ingles) podera ser refeito, mesmo revisado.

Por mais que a qualificacao indique termos a serem definidos, sempre surgirao novos termos para serem definidos a cada nova leitura. Neste quesito estava “tranquilo” em relacao a banca, ate eu mesmo encontrei numa ultima leitura termos que eu particularmente achei que deveriam ser mais detalhados, mesmo nao comprometendo o entendimento.

Ao redigir o texto, pese ate que ponto vale a pena citar as referencias e as “referencias-das-referencias”; esse tipo de detalhamento podera ser cobrado, se for aprofundado neste nivel de complexidade.

A apresentacao do texto pode ser aproveitada na reestruturacao da tese (após as apreciacoes da banca) pois a apresentação tende a ser uma síntese, um resumo da opera, e no meu caso, ficou mais facil de entender o sistema proposto (que possui um certo grau de complexidade) pela apresentacao do que pelo texto em papel.

No mais, agradeço a Cláudia pelo seu “olhar externo” (o papel do membro convidado da banca e justamente esse!) e ao orientador Andre e Lucy que desde a qualificacao ressaltaram os aspectos positivos do trabalho (originalidade, contribuicao sobre o uso de novas tecnologias no ensino).

Mesmo nao sendo garantia de ausência de criticas, ter os termos academicos “tese”, “dissertacao”, “apud”, “idem”, “ibidem”, “op. cit”, “ad-hoc”, “anexo e apendice”, “glossario”, “quadro”, “tabela”, “lista”, “indice analitico, remissivo, de referencia cruzada e onomastico”, “citacao e parafrase”, “estudo de caso e exemplo”, “referencia interna e externa”- entre outros – definidos de antemao (no corpo do texto ou nao) podem garantir que, ao menos, seu conhecimento sobre a matéria – redação de texto academico – sera maior do que antes do inicio desse tipo de trabalho, uma bagagem cultural valida para redacao de futuros textos semelhantes.

Curiosamente no meu trabalho, no de Paula (apresentado no mesmo dia, a tarde) e Batella (dia seguinte) foram sugeridos mudança no titulo pela banca examinadora externa; e a primeira vez que vejo isso seguidamente (nao sei se isto e um indicador de algo ou uma grade coincidencia).

De resto, agradeço a todos pela presença!



No Responses Yet to “Notas sobre a defesa de Wallace”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: